41. Dinâmica: "do deficiente visual"
Objetivo: Essa dinâmica tem como objetivo motivar a confiança em equipe.
Materiais: espaço aberto
Procedimento: Formam-se duplas e um fecha os olhos e se deixa ser guiado pelo o outro, que deve estar com os olhos abertos, depois o papel se inverte. Pode ser colocado uma música de fundo.
Contribuição enviada pelo usuário: Flaviano Marques Aragão - Socorrista - E-mail:marquespi1@hotmail.com

42. Dinâmica: "sonhos"
Objetivo: Aprender a respeitar o sonhos dos outros
Materiais: balões coloridos, caneta, papel sulfite e palitos de dente.
Procedimento: O participante deverá escrever em um pedaço de papel seu sonho, dobrar e colocá-lo dentro do balão, que deve ser inflado. Cada um fica com um balão e um palito de dente na mão. O orientador dá a seguinte ordem: defendam seu sonho! Todos devem estar juntos em um lugar espaçoso. A tendência é todos estourarem os balões uns dos outros. Quando fizerem isto o orientador pergunta: _ Por que destruiram os sonhos dos outros? Deixe eles pensarem um pouco e responda para defender o seu sonho você não precisa destruir os sonhos dos outros, basta que cada um fique parado e nenhum sonho será destruído!
Contribuição enviada pela usuária: Ana Maria de Sousa Pereira -Crato - CE
- E-mail:downpereira@yahoo.com.br

43. Dinâmica: "Sombra" 
Objetivo: essa dinâmica está relacionada a percepção psicomotora e a interação interpessoal e interdisciplinar.
Procedimento: Essa dinâmica é muito descontraída, o grupo desenvolve uma sincronia, escolhe um companheiro (centro)e começam a imitar todos os gestos que ele faça, o que ele fala, como se fossem o sombra dele, deixando um elemento do grupo ao centro.
Contribuição enviada pelo usuário: Admilson Santos Costa - E-mail:admilsoncosta@uol.com.br

44. Dinâmica: "Patinho Feio"
Objetivo: Reflexão
Materiais: Tiras de papel colante, caneta
Procedimento: Colar tiras de papel colante ou escrever em fitas para serem colocadas na cabeça de modo que apareçam palavras as quais deverão ser seguidas pelos colegas que a lerem. Exemplo: beije-me, aperte minha mão,abrace-me, deixe-me, pisque para mim, etc etc.....sendo que apenas um elemento, deverá ficar com a palavra 'deixe-me'. sendo que esse será o único que não será procurado, será o patinho feio (deixe-me). No final, essa pessoa deverá contar como se sentiu, sendo discriminado e deixada de lado.
Contribuição enviada pelo usuário: George Luiz Barone- E-mail:gluizbarone@yahoo.com.br

45. Dinâmica: "Salada de Frutas"
Objetivo: memória e concentração
Procedimento: O grupo senta em círculo e o facilitador diz uma fruta qualquer e aponta para um dos participantes. O participante escolhido deverá dizer a fruta falada pelo facilitador e uma de sua escolha. Aí começa a brincadeira. A pessoa que estiver ao lado direito da escolhida pelo facilitador deverá dizer a fruta do facilitador, da pessoa e a sua.
Exemplo: Facilitador - Maçã; Pessoa 1 - Maçã e Banana; Pessoa 2 - Maçã, Banana e Manga;Pessoa 3 - Maçã, Banana, Manga e Uva e assim sucessivamente até que alguém erre a seqÜência. Para a pessoa que errar pode ser solicitado um 'castigo' ou um 'mico'.
Obs: 1º Em vez de frutas a brincadeira pode ser feita com carros, países, estados, objetos (praia, casa, sala, etc.); 2º Eu faço essa brincadeira com as minhas turmas do grupo de Reciclagem da Língua Portuguesa (in company) e garante ótimos resultados. Como castigo à pessoa que erra, eu faço alguma pergunta sobre o conteúdo já estudado (como revisão), do conteúdo a ser estudado (como hipótese e suposição, para ver o conhecimento da pessoa sobre o assunto) e do conteúdo que está sendo estudado (como reforço). É uma brincadeira simples, mas que garante boas risadas e resultados maravilhosos deixando o ambiente e os participantes super descontraídos.
Contribuição enviada pela usuária: Denise Pinheiro Oliveira- E-mail:denisepinheiro@walla.com

46. Dinâmica: "das partes do corpo"
Objetivo: estimular a atenção e interação com os colegas
Procedimento: Numa grande roda a pessoa começa a brincadeira dizendo o nome de uma parte do corpo. passando a vez. A pessoa que estiver ao lado determinado irá colocar a mão na parte do corpo que a primeira pessoa falou, e dizer outra parte do corpo passando a vez. A pessoa ao seu lado, já determinado de modo que a vez corra apenas em um sentido, colocará a mão na parte corporal dita pela segunda pessoa e dirá outra parte e assim sucessivamente.
Contribuição enviada pelo usuário: Guilherme dos Anjos Nascimento- E-mail:guilhermenascimento@yahoo.com.br

47. Dinâmica: "Descobrindo as qualidades"
Objetivo: Interação
Materiais: quebra-cabeça, pedaços de papel e caneta
Procedimento: Dois grupos formam um círculo, com os componentes intercalados ( ex. um do amarelo, outro do azul e assim em diante até terminar o círculo). Cada componente deve escrever em um pedaço de papel uma qualidade própria (usando apenas uma palavra) e entregar para o participante do lado direito, sendo este o componente do grupo oposto, que deverá fazer mímica para que o seu grupo descubra a qualidade do participante ao lado (grupo oposto), quando o grupo acerta a qualidade logo o outro componente do mesmo grupo anterior que estava fazendo a mímica começa a fazer também a sua e assim sucessivamente . Enquanto isso o líder do grupo oposto está dentro do círculo montando um quebra cabeça, quando ele terminar o tempo acaba e ganha o grupo que descobriu mais qualidades do grupo oposto.
Contribuição enviada pela usuária: Adriana de Luna Catrinck- RJ - E-mail:
catrinck_dri@hotmail.com

48. Dinâmica: "do Estetoscópio" (para trilhas ao ar livre)
Objetivo: Esta dinâmica serve pra se perceber que o meio ambiente é vivo.
Materiais: estetoscópio
Procedimento: Ao realizar uma caminhada numa trilha, onde houver em locais úmidos, árvores com caule fino, pegar o estetoscópio e pedir pra que a pessoa ouça seu coração, logo após escutar no caule e perceber o som do movimento de água(xilema) e de nutrientes(floema).
Contribuição enviada pela usuária: Raquel de Cassia Ramos - ambientalista - E-mail:
rachelcassia@yahoo.com.br

49. Dinâmica: "qualidades e defeitos"
Objetivo: falar das qualidades e defeitos.
Materiais: pedaço de papel, caneta
Procedimento: gostaria de sugerir uma dinâmica que fiz com meus alunos para falarmos das qualidades e defeitos. Entrega-se um pedaço de papel para cada participante e pede que desenhe a mão direita e a mão esquerda. Em cada dedo primeiro da mão direita escreve-se uma qualidade e na esquerda um defeito. O coordenador da dinâmica dá cerca de 20 minutos para escreverem. Ao final discute-se de acordo com o que cada um escreveu, finalizando que é mais fácil falar de características dos outros do que de nós mesmos e encerra dizendo que todos possuímos qualidades e defeitos, porém temos que nos respeitarmos e priorizarmos nossas qualidades. Um beijo, Cris
Contribuição enviada pela usuária: Cristiane Alves Brasil SP - educadora - E-mail:
cristianeabrasil@hotmail.com

50. Dinâmica: "Conheço meu filho"
Objetivo: para reunião de pais
Materiais: Papel e caneta
Procedimento: Pedir que os alunos escreva em um papel pequeno a seguinte frase: 'eu amo a minha família'. Não pode ser assinado. Todos pedaços de papel deverá ter um número que corresponda o número que a cordenadora da reunião manterá em segredo. No dia da reunião todos os pepeis serão colocados espalhados em uma mesa e os pais deverão reconhecer a letra do filho e pegar um papel. Depois a cordenadora irá verificar se os pais acertaram e conhece a letra de seus filhos.
Contribuição enviada pelo usuário: Elson de Souza Medeiros - Pastor/professor - Serra ES
E-mail:
medeiros.elson@uol.com.br

51. Dinâmica: "do General"
Objetivo: descontração... causa muitos risos e simpatia entre os participantes
Procedimento: Uma dinâmica para entreter... como uma brincadeira...
Há várias posições nesse jogo, como: lixo, soldado, cabo, sargento, coronel, general etc...
O general começa falando 'Passei a revistar minha tropa e senti falta do...(ele diz o nome de uma das posições)
A pessoa se levanta (a não ser que seja o cargo mais baixo, nesse caso, o General se levanta, e ele continua sentado) e diz 'O ... nunca falta, senhor(o cargo mais baixo não diz senhor ao general)
General - então quem falta?... - Quem falta é o ..., senhor
E assim se procede... até que alguem não se levante, ou levante na hora errada, ou esqueça de dizer 'senhor' ou diga senhor na hora errada
OBS: Se levanta apenas para um cargo mais elevado, e se diz senhor, também apenas para um cargo mais elevado. Nesse caso, a pessoa que errou vai para o cargo mais baixo, e cada pessoa sobe um cargo...Então, começa com o general dizendo 'Passei a revistar minha tropa(...)'
OBS2 - O cargo mais baixo nunca diz senhor ou se levanta para o general, mas para todos os outros participantes, sim...O general nunca se levanta ou diz senhor... apenas para o cargo mais baixo...
OBS3 - se faltarem cargos, pode-se inventar mais alguns, como cocô, ou balde, ou algo assim...
Contribuição enviada pelo usuário: Vinícius - Belo Horizonte/MG 

52. Dinâmica: "da inteligência"
Objetivo: melhorar a percepção
Procedimento: Você pega um grupo e divide em 2 a 2, um olhando pro outro. Peça a eles para que se observem por 2 minutos, depois peça para eles se virarem de costas e mudarem três coisas em si mesmos e depois desvirarem e fazerem com que o parceiro descubra o que foi mudado. O outro também repete e assim sucessivamente repita por 3 vezes esta dinâmica.
Contribuição enviada pela usuária: Joyce cristina lippa - Indaiatuba - SP

53. Dinâmica: " da folha de revista"
Objetivo:
Material: folhas de revista, pátio ou sala, todos sentados em círculo
Procedimento: Dar uma folha de revista a cada participante e pede para que amassem bastante a folha, após todos amassarem pede para que desamassem novamente deixando a folha como era antes.
Ninguém irá conseguir, então explica-se que a folha representa as nossas palavras que uma vez ditas não podem mais serem consertadas, por isso devemos ter cuidado ao falar para que não venhamos a machucar o próximo, pois uma vez aberta a ferida será dificíl cicatrizar.
Contribuição enviada pela usuária: silvia lemos santos - ferraz de vasconcelos - SP

54. Dinâmica: " do balão"
Objetivo: Reflexão
Material:balões palitos de dentes uma caixa de bombons ou algum outro prêmio
Procedimento: entrega-se um balão para cada participante e em seguida um palito de dentes, pede-se para todos se espalharem e diz o seguinte: _ganha esta caixa de bombons quem conseguir ficar com o balão sem estourar.
Sem que o instrutor mande todos os participantes correm para estourar os balões dos adversários para ganhar a caixa de bombons, mas geralmente não sobra nenhum balão. Depois o instrutor pergunta: em que momento eu mandei vocês estourarem os balões dos colegas ? E fica com a caixa ou distribui.
Obs: se gostarem divulguem!
Contribuição enviada pela usuária: JOSEANE GOMES MOREIRA - TAIOBEIRAS MG

55. Dinâmica: " da Pergunta Certa"
Objetivo: Esta dinâmica irá despertar uma atenção maior a concentração e estratégia.
Material: papel e fita crepe
Procedimento: Esta dinâmica para funcionar independe da quantidade de pessoas participantes. Um exemplo, em um grupo o coordenador deverá colar um nome de uma pessoa famosa nas costas dos participantes, sem que eles vejam o que esta escrito, então ganha a dinâmica quem descobrir primeiro o nome que está escrito em suas costas, para ajudá-los eles poderão fazer perguntas entre si como por exemplo 'a pessoa é loira?', mas as respostas so poderão ser sim ou não.
Contribuição enviada pela usuária: KELLY CRISTINA DA SILVA - SANTO ANDRE - SP

56. Dinâmica: " Carta a si próprio"
Objetivo: Levantamento de expectativas individuais, compromissos consigo próprio, percepção de si, auto-conhecimento, sensibilização, reflexão, automotivação, absorção teórica.
Material: Envelope, sulfite, caneta.
Procedimento: 20'
Individualmente, cada treinando escreve uma carta a si próprio, como se estivesse escrevendo a seu (sua) melhor amigo (a). Dentre os assuntos, abordar: como se sente no momento, o que espera do evento (curso, seminário, etc.), como espera estar pessoal e profissionalmente daqui a 30 dias. Destinar o envelope a si próprio (nome e endereço completo para remessa). O Facilitador recolhe os envelopes endereçados, cola-os perante o grupo e, após 45 dias aproximadamente, remete ao treinando (via correio ou malote).
Contribuição enviada pela usuária: Elienai Costa de Amorim - Manaus - AM

57. Dinâmica: " da Bexiga"
Objetivo: Mostrar que nem sempre os caminhos mais fáceis são os melhores, aliás quase nunca. Se precisarem da ajuda de outro diga, que quando não conseguimos vencer algo sozinhos (vícios, frustações etc.) podemos pedir ajuda a outra pessoa, mais velhas (no caso de adolescentes).
Material: bexigas coloridas; fitilha (fita de presente); mini balas; tirinhas de papel com palavras boas e ruins do tipo sucesso, amor, paz, vida eterna, mentira, drogas.
Chegue antes para preparar a sala.
Coloque uma tirinha de papel com um dizer 'ruim' encha a bexiga e coloque uma fita longa, cole no teto essa bexiga, de forma que fique fácil de pegar, dessa forma vá dificultando as bexigas e 'melhorando' as palavras até a última bexiga, no nosso caso foi Vida Eterna, coloque balas junto com a palavra chave, se ninguem alcançar diga que pode pedir ajuda um ao outro.
Público: pode ser feito com pré-adolescentes, adolescentes, jovens e adultos, mudando as palavras para cada faixa etária. Boa sorte!
Contribuição enviada pela usuária: MICHELE KELLY SILVA VIEIRA- Resende – RJ

58. Dinâmica: " Construindo uma fogueira"
Objetivo: mostrar a importância do trabalho em equipe
Material: palitos de sorvete ou de dente
Procedimento: separar os participantes em grupos menores de pelo menos 5 componentes. Dar a cada grupo um punhado de palitos e pedir que façam uma fogueira. Cada equipe poderá pegar palitos dos outros grupos, mas deverá proteger os seus. O líder da brincadeira deverá observar e depois ressaltar quem fez o quê em cada grupo e ressaltar os que tentaram fazer tudo sozinhos, os que ficaram só olhando, os que foram tentar pegar palitos dos outros grupos por iniciativa própria e os que souberam liderar e delegar tarefas igualmente. A mesagem é que todas estas atitudes fazem parte da rotina do trabalho em equipe (feliz ou infelizmente) e cada um deverá analisar-se e pensar no que pode estar melhorando.
Contribuição enviada pela usuária: Valéria Bianconi- Campinas -SP

59. Dinâmica: " Toca do coelho"
Objetivo: quebrar o gelo fazendo com que o grupo participe da atividade e principalmente que haja integração entre o mesmo.
Material:
Procedimento: formar vários grupos de três pessoas, sendo que dois participantes vão dar as mãos simulando uma toca e o outro participante é o coelho que ficará dentro da toca, num determinado momento o professor ou instrutor da um sinal e todos os coelhos devem trocar de toca, e depois todas as tocas trocam de lugar. Após e num determinado momento o professor ou instrutor fala em voz alta ventânia e todos se dispersam como se estivesse ventando.
Após alguns segundos formam novamente grupos de três.
OBS: pode ser aplicado com pequenos e grandes grupos, e o tempo é livre teminando quando todos trocarem de lugar várias vezes.
Contribuição enviada pela usuária: Valéria Bianconi- Campinas -SP

60. Dinâmica: "do abraço"
Objetivo: sugiro uma diâmica que criei, tendo em vista o estreitamento dos laços
Material: cestinha, papel, caneta
Procedimento: Escrever os nomes de todos os participantes que já se conheçam mas que ainda não possuem laços definidos, como grupo de jovens de evangelização, colocar todos os envelopes em uma cestinha e pedir que todos tirem um papel, quando todos tiverem tirado o papelzinho, solicitar que o primeiro que tirou leia o nome em voz alta da pessoa e uma característica do colega, este que foi chamado levanta-se e dá um abraço no colega, e lê o seu papel e assim por diante.
Contribuição enviada pela usuária: Patricia ALine Von Schusterschitz Smith - Macapá AP

61. Dinâmica: " União de uma Equipe"
Objetivo: Essa dinâmica trata de como a união em grupo é importante e como um grande contato físico entre os participantes faz com que haja um grande interação entre os mesmos!
Material: Local amplo
Procedimento: O coordenador orienta a todos a se pegarem pelos braços bem apertados fazendo uma roda, ele sai da roda e tenta entrar, sendo impedido pela união dos braços, mostra que a união impede idéias contrárias. Em seguida pede que dois do grupo o se unam a ele aos braços, ele deixa cair-se pedindo que seus companheiros o segurem, mostrando como um amigo do grupo pode sustentar o outro impendindo que caia!
Contribuição enviada pelo usuário: Leonardo Nathan - Araguari MG
 
62. Dinâmica: " do objeto pessoal"
Objetivo: Comprometimento
Material: Objeto pessoal,
Procedimento: Solicitar ao grupo que traga de sua residência qualquer objeto de muito apego(valor emocional).
Fazer um sorteio(como se fosse amigo secreto) e trocar os objetos.
O coordenador estabelecerá um período (1 semana) para que um guarde o objeto do outro com muito carinho e troque bilhetinhos a fim de descobrir segredos sobre o colega e o objeto. Na data marcada, estes destrocarão seus pertences contando um pouco do que descobriram do outro e do objeto deste, além do cuidado especial que tiveram com o objeto.
Resultados: certa vez uma colaboradora trouxe um pacote de doce e entregou para a colega, a outra comeu tudo e no dia não tinha nada para falar nem para devolver para a amiga.
Sugestão: pode ser feito com plantas
Contribuição enviada pelo usuário: Ruth Alves - SP

63. Dinâmica: " da calha"
Objetivo: Percepção + trabalho em equipe+disciplina
Material: Cortar tiras de cartolina (larga+/- 15cm e 50cm de cumprimento), bolinha pequena e balde
Procedimento: Levar a bolinha até o balde numa tira de cartolina
Dividir a equipe em dois grupos.
Marcar um ponto de partida e o tempo (30 seg) para conduzirem a bolinha da partida até o balde (analisar a distância de acordo com o número de participantes) com algumas observações:
-Os participantes não poderão deixar a bolinha voltar na cartolina, sempre que isso ocorrer a bolinha volta ao início (largada).
-Deverão conduzir a bolinha dentro das tiras de cartolina em formato de calha.
O grupo deverá ter a percepção que ficando um ao lado do outro a bolinha chegará ao balde.
Assim que a equipe chegar a essa percepção, dificultar afastando o balde para mais distante, para que estes percebam a necessidade de sair do lugar e ir para o final colocando a calha ao lado do amigo e assim sucessivamente até que a bolinha chegue ao balde.
Contribuição enviada pelo usuário: Ruth Alves - SP

64. Dinâmica: " da confiança"
Objetivo: confiança que temos que ter no amigo do trabalho, espirito de equipe e valorização de pessoas.
Material: Espaço físico
Procedimento: Pedir para o grupo de posicionarem um de costas para o outro, mas devem encostar mesmo, ombro a ombro. Em seguida pedir para que cada dupla se abaixe até o chão sem colocar as mãos no chão. Alguns vão cair, outros vão conseguir, esta dinãmica é muito engraçada e é recomendada a aplicação para um dia em que se espera um maravilhoso faturamento. Fechar falando da confiança que temos que ter no amigo do trabalho, espirito de equipe e valorização de pessoas.
Contribuição enviada pelo usuário: Rodson Alves de Souza - Muriaé - MG

65. Dinâmica: "não estamos sozinhos"
Objetivo: Melhorar a confiança nos outros.
Material: Ambientes diferentes e vendas para todos os participantes.
Procedimento:É necessário ajuda para essa dinâmica.
Vendar os olhos de cada partipante, e conduzí-los até seus lugares sem dizer nada. Se possível descalços. Colocar em seu lugar e tirar as vendas dos olhos.
Cada pessoa entra sendo conduzida, sem ver que outros estão vedando. Se possível, colocar obstáculos, algo que pisem sintam a diferença do chão.
Depois que todos estiverem em seus lugares o bate-papo é confiança, não estamos sozinhos, sempre tem alguém a nos ajudar a executar tarefas, basta confiar.
Contribuição enviada pela usuária: Valquiria D'andrea - fotógrafa - Máúa - SP

66. Dinâmica: " de conhecimento e entrosamento de grupo"
Objetivo: Conhecimento e entrosamento do grupo.
Material: com balões conforme o número de participantes.
Procedimento:
COLOCAR O GRUPO EM CíRCULO; DISTRIBUIR UM BALÃO PARA CADA UM; CADA PARTICIPANTE, INCLUSIVE O COORDENADOR FALARÁ ALGO BOM QUE LHE ACONTECEU NA VIDA, EX: MEU CASAMENTO....MEU NAMORADO....O NASCIMENTO DO MEU FILHO....O NASCIMENTO DA MINHA NETA....MINHA PROMOÇÃO NA EMPRESA....COMPRAR MINHA CASA PRÓPRIA....MEU PRIMEIRO CARRO....MINHA FORMATURA....ETC ETC...CADA VEZ QUE A PESSOA CONTA UMA COISA BOA VAI ASSOPRANDO O SEU BALÃO, O CIRCULO VAI SE REPETINDO E CONTANDO COISAS BOAS ATÉ QUE O BALÃO ENCHA (SE ESTOURAR PASSE OUTRO BALÃO P/ O PARTICIPANTE). DEPOIS DE ENCHEREM TODOS OS BALÕES....UNS MAIS OU MENOS CHEIOS CONFORME A PESSOA COMPARTILHAR COISAS BOAS QUE LHE ACONTECEU....ENTÃO TODOS DÃO UM NÓ NO BALÃO E JOGAM PARA CIMA....APÓS ALGUNS MINUTOS BATENDO TODOS EXPLODIRÃO OS BALÕES....SIMBOLIZANDO O COMPARTILHAR DE COISAS BOAS DE UNS PARA OS OUTROS NO GRUPO, NO AMBIENTE DE SALA DE AULA.....AO FUNDO UMA MÚSICA SUAVE OU BEM CONHECIDA PARA TODOS CANTAREM JUNTOS. ESSA DINÂMICA TENHO USADO NOS CURSOS DE TÉCNICO DE ENFERMAGEM NO PRIMEIRO DIA DE AULA OU ENCERRAMENTO DE ESTÁGIO NOS HOSPITAIS E TEM SIDO MUITO GRATIFICANTE O RESULTADO.
Contribuição enviada pela usuária: Cleudinéia Mello - Campo Grande - MS - Enfermeira

67. Dinâmica: "do desapego"
Objetivo: interação do grupo
Material: caixa de bombom, lápis e papel
Procedimento: Selecione números conforme os números de participantes, nesses números você escolherá o número que será sorteado (o critério será conforme o seu objetivo).
Sorteie um embrulho de presente e nele um dizer: _"passe esse presente a uma pessoa a quem você ainda não teve a oportunidade de lhe dizer o quanto ele é importante para as outras pessoas". O que receber o presente fará a mesma coisa, passará a outro e dizer o porquê. A última frase será o numero sorteado é o nº. tal.
Contribuição enviada pela usuária: Maria Lira - Rio Brano Acre - AC - professora

68. Dinâmica: "das frases"
Material: Caneta e Papel
Procedimento: Formular frases sobre o tema a ser discutido, em torno de 10 frases afirmativas; certas ou erradas. Distribuir as folhas e solicitar que as pessoas procurem perguntar as colegas se sim ou se não concordam com a afirmativa; somente uma pergunta para cada participante. Cada pessoa vai ser procurada por dez pessoas para responder. Explique que deverá escrever S para sim N para não e o nome da pessoa que respndeu frente da resposta dada para identificar quem respondeu.
Diga que quem acabar primeiro grita BINGO!
Presenteie com uma caixa de bombom o vencedor e o convide para ficar na frente e ler as frases; as respostas e sua explicação.
Quem respondeu também vai explicar a sua resposta ao público. O tema será largamnte discutido por todos e o coordenador fará a complementação se for necessário. Espero que gostem!
Contribuição enviada pela usuária: Margot Ribeiro - Bauru SP - assistente social

69. Dinâmica: "do chega mais"
Objetivo: O objetivo dessa dinâmica é a aproximação com as pessoas, conquistar confiança e principalmente o respeito.
Material: Espaço físico amplo, cd, aparelho de som.
Procedimento: Os participantes deverão andar soltos pela sala ou espaço, ouvindo uma música. Haverá uma pessoa comandando, e quando a música pára, pede para o participante procurar um parceiro que esteja usando uma peça de roupa com a cor parecida com a sua, ou usando algum acessório parecido com o seu. Pede para os pares se cumprimentarem com o aperto de mão. Depois, volta a música, andam, pára a musica e sugira outra coisa: quem nasceu em mês par procure um parceiro que nasceu em mês par, impar com impar, assim vai. As mãos deverão estar para trás. Batem bumbum com bumbum. Fazer esta atividade sempre uma parte diferente do corpo sem repetir, e sem repetir parceiros. Quando chegar na última rodada, cumprimentar pelo nariz.
Contribuição enviada pelo usuário: Anderson Pedro - Professor - Ourinhos - SP

70. Dinâmica: "da Bola(balão, bexiga)"
Objetivo: Testaremos a atitude de cada participante e sua coragem e se é uma pessoa que corre atrás de seus objetivos.
Material: Bola de festa e Barbante.
Procedimento:
-Como funciona: todos participantes devem estar com uma bola de festa(balão, bexiga) amarrado em suas pernas, com um barbante.
-Objetivo: os participantes tem que proteger a bola para que não estourem. Informar antes de começar a brincadeira.
Contribuição enviada pela usuária: Heloisa Santos - Professora - recife -PE -

  • Dê sua nota:  1 2 3 4 5
  • 19330 visualizações
  • |
  • 0 favoritos
  • |
  • 0 comentários